A crise política no país é um grande gargalo da reativação econômica

Vivemos uma crise politica sem precedentes no Brasil. Além do robusto processo de corrupção conduzido pela Operação Lava Jato, a classe politica não se intimida. Parece que esses indivíduos sofrem de déficit de inteligência ou realmente não acreditam na justiça e julgam que a população não tem capacidade de perceber as suas ações espúrias. Alguns exemplos confirmam essa tese. 

* No alto comando politico da Nação, o caixa 2 pode não ser crime.

* No estado o Rio de Janeiro, cria-se uma nova secretaria, em meio a uma turbulenta crise financeira, com o objetivo de proteger uma ex deputada e ex prefeita, com problemas na justiça. Felizmente a nomeação foi anulada por determinação justiça. 

* No executivo do Rio de Janeiro, o prefeito, além de nomear o próprio filho - inteligencia brilhante - nomeou ainda outros indivíduos desconhecidos profissionalmente, mas bem conhecidos da justiça, por práticas criminosas. 

* No interior, observa-se a alarmante prepotência do poder. Os eleitos sabem tudo, não precisam contar com o conhecimento cientifico. A articulação politica é a panaceia para solução de todos os problemas, segundo os mesmos.  

Como um ambiente contaminado, como esse, pode pensar em reativação econômica de forma sustável?


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra

As medidas do governo do estado e suas contradições