A importância da cadeia canavieira na geração de emprego em Campos dos Goytacazes






















O Município é produtor de petróleo, porém o setor agropecuário (cultivo de cana-de-açúcar) tem uma papel fundamental na geração de emprego. Observe no gráfico que o inicio da safra possibilita uma nova dinâmica no emprego. Em 2015, durante os meses de junho, julho e agosto, correram contratações importantes, com saldos elevados de emprego de 707, 603 e 662 consecutivamente. Nos períodos anteriores e posteriores os resultados são muito diferentes. 
Em 2016, a safra foi antecipada e as contratações ocorreram em abril maio e junho, com saldos de 497, 682 e 1.264 novas vagas. Em junho, podemos observar uma forte desaceleração, com expectativa de resultados negativos no período seguinte. 
A referida importância do setor é resultado do funcionamento da única cadeia produtiva mais bem estruturada do município, apesar da visível decadência. Esse curto período de evolução do emprego é derivado do aquecimento das atividades na terra, na usina, manutenção, logística, comércio, etc. 
Vejam no gráfico a seguir, a trajetória das curvas do emprego no setor e do emprego total em 2015 e 2016.
















Parece não restar dúvidas sobre a relevância dessa atividade. Entendo que o município poderia ganhar muito mais autonomia econômica com o fortalecimento dessa cadeia, assim como, com o planejamento e indução à formação de outras, baseadas nos recursos existentes em seu território. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como um discurso descuidado induz a erros grosseiros!

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra