A importância da cadeia canavieira na geração de emprego em Campos dos Goytacazes






















O Município é produtor de petróleo, porém o setor agropecuário (cultivo de cana-de-açúcar) tem uma papel fundamental na geração de emprego. Observe no gráfico que o inicio da safra possibilita uma nova dinâmica no emprego. Em 2015, durante os meses de junho, julho e agosto, correram contratações importantes, com saldos elevados de emprego de 707, 603 e 662 consecutivamente. Nos períodos anteriores e posteriores os resultados são muito diferentes. 
Em 2016, a safra foi antecipada e as contratações ocorreram em abril maio e junho, com saldos de 497, 682 e 1.264 novas vagas. Em junho, podemos observar uma forte desaceleração, com expectativa de resultados negativos no período seguinte. 
A referida importância do setor é resultado do funcionamento da única cadeia produtiva mais bem estruturada do município, apesar da visível decadência. Esse curto período de evolução do emprego é derivado do aquecimento das atividades na terra, na usina, manutenção, logística, comércio, etc. 
Vejam no gráfico a seguir, a trajetória das curvas do emprego no setor e do emprego total em 2015 e 2016.
















Parece não restar dúvidas sobre a relevância dessa atividade. Entendo que o município poderia ganhar muito mais autonomia econômica com o fortalecimento dessa cadeia, assim como, com o planejamento e indução à formação de outras, baseadas nos recursos existentes em seu território. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

São João da Barra: uma coletividade oprimida politicamente que dá sinais de reação

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra