FMI traça um quadro nebuloso para o Brasil

A projeção revista do FMI para o crescimento da economia global, indica uma leve recuperação nas economias avançadas e um crescimento mais lento para as economias de mercado emergentes e em desenvolvidos. Com a atualização, o órgão projeta para a economia global um crescimento de 3,1% em 2015; 3,4% em 2016 e 3,6% em 2017.

Os Estados Unidos apresentam uma estimativa de crescimento consistente de 2,5% em 2015; 2,6% em 2016 e 2,6% em 2017, enquanto a Alemanha tem estimativa de crescimento de 1,5% em 2015, 1,7% em 2016 e 1,7% em 2017. Destaca-se entre as economias avançadas, a Espanha que tem estimativas de crescimento de 3,2% em 2015; 2,7% em 2016 e 2,3% em 2017.

Entre as economias emergentes, a esperada desaceleração da China é um fator importante. A estimativa de crescimento para 2015 é de 6,9% a de 2016 é de 6,3% e a de 2017 é de 6,0%. Por outro lado, a Índia apresenta um quadro mais alentador. A projeção de crescimento para 2015 é de  7,3% a de 2016 é de 7,5% e a de 2017 é de 7,5%. O pior resultado é o do Brasil, cujas projeções atualizadas bateram -3,8% em 2015; -3,5% em 2016 e 0% em 2017.

Esse quadro mostra uma redistribuição da riqueza no mundo, em função de mudanças em indicadores econômicos importantes. Dentre esses, a queda do preço internacional do barril de petróleo, que provoca perdas financeiras nos países exportadores, porém beneficia os países importadores. A desaceleração industrial da China que afeta, fundamentalmente, os países exportadores de minério como o Brasil. A valorização cambial, que afeta os países dependentes da aquisição de máquinas, equipamentos e componentes de alta tecnologia, além dos produtos globais densos em capital.


No caso do Brasil, todos esses problemas de ordem global se integram a outros problemas caseiros, tais como: a corrupção na Petrobrás, os gargalos da gestão orçamentária, o baixo padrão de confiança e, essencialmente, a crise política. De fato podemos considerar a existência de uma bomba difícil de ser desarmada.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como um discurso descuidado induz a erros grosseiros!

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra