Emprego formal em setembro na região Norte Fluminense

O emprego formal na região Norte Fluminense aprofundou o processo de deterioração. Em setembro foram eliminadas 928 vagas, enquanto em agosto foram eliminadas 523 vagas. Campos dos Goytacazes e São Francisco de Itabapoana deram as maiores contribuições negativas no mês, em função da desaceleração da safra de cana de açúcar. 
No acumulado, considerando o período de janeiro a setembro, Macaé eliminou 6.733 vagas de emprego, sendo 340 vagas na indústria extrativa mineral, 296 vagas na indústria de transformação, 654 vagas na construção civil, 778 vagas no comércio, 4.589 vagas no setor de serviços e 26 vagas no setor agropecuário.
Já Campos dos Goytacazes, no mesmo período, eliminou 824 vagas de emprego formal, sendo 403 vagas na indústria de transformação, 931 vagas na construção civil e 1.087 vagas no comércio. Os setores de serviço e agropecuário geraram saldos positivos. O primeiro com 368 vagas e o segundo com 1.576 vagas. A aproximação do final do ano tende a desacelerar o setor com um forte processo de demissão no fim do ciclo.
São João da Barra eliminou no período 483 vagas de emprego, sendo 274 vagas na construção civil, 21 vagas no comércio e 209 vagas no setor de serviços.
São Francisco de Itabapoana, diferente dos municípios ricos, gerou um saldo positivo de 232 vagas no período. O comércio gerou 33 vagas, o setor de serviços gerou 22 vagas, enquanto o setor agropecuário gerou 189 vagas de emprego no mesmo período.      
Vejam que nem tudo que reluz é ouro!


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

Como um discurso descuidado induz a erros grosseiros!

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra