Ritmo de inovação do Brasil está a 3 décadas do chinês

Seguindo o ritmo recente de expansão, o Brasil levará 34 anos para chegar ao patamar de investimento em inovação mantido atualmente por economias como China e União Europeia.
O cálculo foi feito pela Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI), grupo que reúne líderes de cem grandes empresas para debater iniciativas de apoio à inovação, e apresentado ao governo nesta sexta-feira (31).
Hoje, o Brasil investe cerca de 1,2% do PIB em pesquisa e desenvolvimento, enquanto o país asiático e o bloco europeu desembolsam aproximadamente 2%, segundo a OCDE (organização que reúne grandes economias).
O indicador é usado para medir o esforço de cada país para estimular a inovação e considera o que foi desembolsado pelos governos e pelas empresas. Em média, os países-membros da organização investem 2,4% de tudo que produzem. Na líder Coreia do Sul, a fatia é de 4,4%.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

Como um discurso descuidado induz a erros grosseiros!

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra