Despesas correntes e rendas de petróleo em São João da Barra

O gráfico apresenta a trajetória das despesas correntes (custeio)  e as rendas de petróleo em São João da Barra, no período entre 1999 a 2014. Assim como a análise já feita para Campos dos Goytacazes, aqui a situação não é muito diferente. Observem as trajetórias das variáveis nos dois municípios. Em São João da Barra o índice de correlação no período apurado foi 0,93185 indicando um forte fluxo das rendas de petróleo para custeio. Em 2002 as rendas de petróleo caíram 67,0% em relação ao ano anterior, enquanto as despesas de custeio caíram somente 5,8% e em 2007 as rendas de petróleo caíram 16,4% enquanto as despesas de custeio cresceram 27,5% no mesmo período. 

Situação mais delicada pode ser observada no período posterior a 2011. Enquanto as rendas de petróleo caíram 0,82% em 2014, com base em 2011, as despesas de custeio cresceram 74,3% no mesmo período.

Não existe mágica. Os números mostram a total ineficiência da gestão pública. Dinheiro novo não vai resolver o problema!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como um discurso descuidado induz a erros grosseiros!

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra