Índice Firjan de Gestão Fiscal na região Norte Fluminense

A Firjan divulgou os indicadores de gestão fiscal do ano base 2013 para os municípios do Brasil. Na região Norte  Fluminense, os resultados comprovam os problemas já indicados por esses blog. O estudo avaliou a receita própria, o gasto com pessoal e encargos, o gasto em investimento, a liquidez e o custo da dívida para cada município. Com avaliação de 0 a 1, os conceitos são distribuídos em gestão excelente (notas superiores a o,8); gestão boa (nota entre 0,6 a 0,8); gestão com dificuldade (notas entre 0,4 a 0,6) e gestão crítica (notas abaixo de 0,4). 
Conforme apresentado na tabela, Campos dos Goytacazes tem a melhor gestão fiscal da região com avaliação 0,7001, entretanto ocupa somente a 8ª posição no estado. Conforme já havíamos divulgado, a execução dos gastos com pessoal e investimento representam pontos forte no municípios, enquanto as receitas próprias representa ponto fraco, ratificando a fragilidade do sistema econômico produtivo. 
São João da Barra apresenta um gestão fiscal de dificuldade (0,5785), já que a execução com gastos de pessoal e encargos e investimento é muito ruim. 
O municípios do Rio de Janeiro lidera o índice de gestão fiscal no estado, seguido por Rio das ostras, Itaboraí, Quatis e Barra do Pirai. 
A rota do petróleo precisa melhorar muito a gestão fiscal, assim como o seu sistema econômico.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como um discurso descuidado induz a erros grosseiros!

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra