Indaiatuba tem a melhor gestão fiscal em São Paulo


Em uma postagem anterior, mostramos a fragilidade da economia de Campos dos Goytacazes que apresentou uma concentração de 36% da renda do trabalho assalariado no setor de administração pública e somente 7% na indústria de transformação. Validamos a análise com a constatação de uma gestão crítica das receitas próprias, segundo a avaliação do Índice Firjan de Gestão Fiscal.
Olhando os dados da Gestão Fiscal em São Paulo, nos deparamos com Indaiatuba, município campeão do estado com um IFGF 0,8513 (gestão excelente). O município tem 226.602 habitantes e 72.457 empregos em 2013.
Vejam no gráfico que Indaiatuba concentrou 48,05% da renda do trabalho assalariado na indústria de transformação, o que faz toda diferença. Neste município, o trabalho produtivo está presente irrigando o comércio e as atividades de serviço. Em 2013, o total da renda no município somou R$191,4 milhões para 72.457 postos de trabalho, enquanto que em Campos a renda somou R$180,1 milhões para 98.222 postos de trabalho. A renda média em Indaiatuba atingiu R$2.641,29 neste ano, enquanto em Campos a renda média atingiu R$1.833,16 ou uma valor menor 30,6% na comparação com Indaiatuba.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra

As medidas do governo do estado e suas contradições