Remuneração média de admissão no período de janeiro a abril de 2015

A remuneração média no primeiro quadrimestre do ano, para os municípios selecionados, permite algumas avaliações importantes. O exemplo de Macaé deixa claro a sua condição de base principal das empresas que atuam no setor de petróleo. Nesse caso, observa-se uma remuneração expressiva no setor extrativa mineral, fundamentalmente, pela influência da ocupação de "técnico de planejamento de produção". destaque também para a remuneração nos setores de construção civil e serviços.
Em Campos dos Goytacazes, a remuneração nos diversos setores de atividade mostra a fragilização do sistema econômico, onde a maior remuneração média, assim como, o maior saldo ocorreu na ocupação de "técnico de enfermagem".
Em São João da Barra, sede do porto do Açu, o setor de indústria de transformação apresenta destaque, exatamente, pelas constatações do porto do Açu nas ocupações de "alimentador de linha de produção" e "mecânico de manutenção de máquinas" que apresentaram os maiores saldos. O setor de serviços também apresenta destaque, por conta do porto do Açu. Vale notar, entretanto, que a expressiva remuneração da atividade industrial e de serviços, parece não impulsionar o comércio local que apresenta a menor remuneração entre os três municípios. O município apresenta um histórico de eliminação de vagas no comércio, o que comprova a hipótese de que as vagas relativas as ocupações de melhor remuneração são preenchidas por profissionais de outras regiões que transferem parte da renda para a sua origem. Desta forma, parte substancial da  riqueza gerada foge com reflexos negativos para a dinâmica do comércio local.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como um discurso descuidado induz a erros grosseiros!

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra