A trajetória dos royalties de petróleo nos municípios de Campos e Macaé

Importantes transformações ocorreram no setor de petróleo no país, no final dos anos noventa. Com a   extinção do monopólio foram criados critérios para a distribuição dos royalties, oriundos da exploração, em benefício dos estados e municípios envolvidos. As mudanças tiveram grande impacto nos orçamentos dos municípios da bacia de Campos. Entretanto, o gráfico já apresenta, na trajetória histórica dos indicadores de participação relativa em relação ao total, uma tendência de retração relativa ao longo dos anos, gradualmente. Em 2001, o município de Campos dos Goytacazes tinha uma participação de 5,13% do total distribuído no país, retraindo para 3,41% em 2014. Já o município de Macaé, que tinha 3,66% de participação em 2001, registrou uma participação de 2,65% em 2014.
Esse processo é natural, já que os poços produtores tendem a reduzir a sua produtividade com o tempo, quando ficam mais maduros. Por outro lado, a descoberta de novos poços amplia o espaço produtor, criando novos fluxos de produção para outras direções espaciais.  
O problema é que os beneficiários deveriam entender essa situação e, fundamentalmente, ter otimizado o uso desses recursos. Tudo leva a crer que na prática a situação foi bem diferente. A expectativa com as rendas do petróleo sempre em evolução e uma acomodação natural aos novos patamares orçamentários, gerou uma superestrutura pública consumidora de recursos na função custeio, enquanto a infraestrutura social e econômica ficou estancada. 
Com a crise atual, agora é o momento para desconstruir a visão corrente e construir uma visão de futuro, onde os recursos locais tangíveis e intangíveis possam induzir um novo processo de formação e distribuição de riqueza em um melhor padrão de sustentabilidade. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra

As medidas do governo do estado e suas contradições