Piada do ano!

Socorro estadual aos municípios

O governador Luiz Fernando Pezão afirmou que está preparando um projeto de ajuda que será apresentado ao governo federal para socorrer os municípios do Estado que passarem pelo período de escassez financeira decorrente da queda de recursos dos royalties do petróleo. “Estou com um grande trabalho que vou levar ao ministro Joaquim Levy (da Fazenda) em abril, maio, para ver como a gente atravessa essa queda, esse período”, disse Pezão.
Os municípios do Estado estão com o orçamento estrangulado pela desvalorização do barril de petróleo no mercado internacional, que prejudica o repasse de royalties e participações especiais para as cidades beneficiárias pela compensação.
Em Campos, a prefeita Rosinha Garotinho trabalha com cenário de perdas de R$ 600 milhões no orçamento deste ano, entre royalties e ICMS. Além da redução em despesas correntes, prefeitos estão adiando investimentos e temem que a escassez de recursos afete também investimentos na área social.
Pezão almoçou com empresários segunda-feira no Copacabana Palace, no Rio, e afirmou que está alertando pessoalmente os prefeitos sobre a diminuição da receita, a pedido da presidente da Agência Nacional do Petróleo (ANP), Magda Chambriard. “Estou ligando para cada um, alertando pessoalmente. Tem municípios que vão perder 65% da arrecadação”.
Ele não soube informar qual é a perda total estimada para os municípios. Para o Estado, o impacto calculado é de cerca de redução de R$ 2 bilhões. De R$ 9 bilhões inicialmente previstos para 2015 em royalties e participações especiais, o Estado deve receber R$ 7 bilhões este ano. O governador disse que colocou o corpo técnico da secretaria da Fazenda à disposição para ajudar as prefeituras a planejar cortes de despesas. “Nossas secretarias estão chamando quem aceitar esse auxílio para ajudá-los a fazer essa travessia”, afirmou o governador.

JORNAL FOLHA DA MANHÃ.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

São João da Barra: uma coletividade oprimida politicamente que dá sinais de reação

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra