SJB terá recorde na colheita de abacaxis

Folha da Manhã

Júlia Maria de Assis
Moradores do quinto e sexto distritos de São João da Barra concluíram ontem um curso de três dias, promovido pela secretaria municipal de Agricultura, com apoio do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), para aprender a utilizar o abacaxi na culinária. As aulas aconteceram na Escola Estadual João Coelho de Almeida, que fica entre as localidades de Sabonete e Cazumbá, no quinto distrito, e que os alunos aprenderam será apresentado no 1º Festival do Abacaxi de São João da Barra, que acontece nos dias 28, 29 e 30 de novembro, na sub-prefeitura de Sabonete.
A ideia do festival é antiga e defendida por produtores do município, mas ganhou forma depois que o secretário municipal de Agricultura, Pedro Nilson Berto, visitou o evento organizado na cidade de Frutal, em Minas Gerais. Ele levou a o projeto ao prefeito José Amaro Martins Neco e reuniu parceiros como Sebrae, Emater, Prumo Logística e a própria escola estadual onde aconteceu o curso de gastronomia, que já vinha desenvolvendo um trabalho sobre a cultura do abacaxi.
— Teremos cursos, palestras, dia de campo, premiações, programação cultural e, junto com a Prumo, vamos mostrar os equipamentos adquiridos para modernizar o processo nas lavouras, incluindo uma máquina de plantar abacaxis — conta o secretário.
São João da Barra colhe neste fim de ano 18 milhões de frutos de abacaxi, um recorde, apesar da estiagem. Isso ocorre porque quem produz abacaxi já investe em irrigação mesmo que seja ano de muita chuva.
São cerca de 550 produtores no quinto distrito, desde pequenos, que são a maioria, aos donos de grandes propriedades.
"Segundo informação da matéria, o município produzirá 18 milhões de fruto neste ano. Como contribuição mostramos a evolução da produção do município no período 2007 a 2012, segundo dados do IBGE.





Observem que nos anos de 2011 e 2012, onde muitas noticias divulgaram aumento da produção, o município não passou de 6,5 milhões de frutos. Agora vai triplicar esse número? Será que parte de Campos foi anexado à São João da Barra e eu não sei?"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como um discurso descuidado induz a erros grosseiros!

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra