Opep decide não reduzir oferta de petróleo; Brent cai abaixo de US$ 74

Por Valor, com Bloomberg
SÃO PAULO  -  
(Atualizada às 17h20) Os ministros dos países membros da Organização do Países Exportadores de Petróleo (Opep) decidiram manter as quotas de produção do cartel inalteradas, apesar da pressão de alguns produtores para reduzir a oferta para dar suporte aos preços da commodity.

Após o encerramento do encontro ministerial, em Viena (Áustria), o ministro de petróleo da Arábia Saudita, Ali al-Naimi, disse à imprensa que o grupo não reduziu a meta de produção, atualmente em 30 milhões de barris por dia. 
"Como eu disse antes a vocês não teve nenhum corte", afirmou Naimi. 
O ministro de petróleo do Kuwait confirmou as declarações do colega saudita.
Após o anúncio, a cotação do barril do petróleo caiu para as mínimas em quatro anos
Perto das 17h de Brasília, o contrato do WTI para janeiro, negociado em Nova York, caía US$ 4,64 (6,30%), para US$ 69,05 o barril, o menor patamar desde setembro de 2009. 
Na plataforma eletrônica ICE, em Londres, o contrato do Brent para o mesmo mês descia US$ 4,91 (6,32%), para US$ 72,84 o barril. 
Os preços do petróleo vêm caindo de forma acentuada no último mês, pressionados pelo aumento da produção nos Estados Unidos - que atingiu o maior nível em três décadas - e sinais de desaceleração do crescimento da demanda global.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

São João da Barra: uma coletividade oprimida politicamente que dá sinais de reação

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra