Preocupações com minério de ferro!

MMX Mineração, de Eike, interrompe produção em Minas Gerais
SAMANTHA LIMA
DO RIO
20/08/2014  15h35

A MMX Mineração, controlada por Eike Batista, informou que, devido à "prolongada" baixa nos preços internacionais de minério de ferro, vai interromper a produção na região de Serra Azul, em Minas Gerais, por 30 dias. A empresa dará férias coletivas aos funcionários.
A cotação da tonelada caiu cerca de 28% no primeiro semestre do ano.
A empresa ainda não divulgou o resultado do segundo trimestre de 2014. No primeiro trimestre, registrou prejuízo de R$ 69,6 milhões, ante perda de R$ 55,8 milhões em igual período de 2013.
Na segunda-feira (18), o jornalista Lauro Jardim, da revista "Veja", havia informado que a empresa caminha para a recuperação judicial.
Folha apurou que esta é uma das opções na mesa em estudo para salvar a companhia.
Outra questão alegada para a interrupção da mineradora, chamada de mini-Vale por Eike em sua fundação, são as restrições operacionais impostas por órgãos ambientais de Minas Gerais, que dependem de
delimitações de áreas de preservação para serem revistas.
A mineradora informou, ainda, que alguns funcionários continuam trabalhando para cuidar da manutenção e conservação, e que vem investindo para melhorar a eficiência da unidade e redução de custos, "mitigando o impacto da retração nos preços".
NOVO MODELO
No comunicado ao mercado, a mineradora diz que seu plano de NEGÓCIOShttp://cdncache1-a.akamaihd.net/items/it/img/arrow-10x10.png vem sendo revisado, "com objetivo de priorizar as iniciativas geradoras de caixa".
A previsão da empresa é apresentar esse novo modelo na ocasião em que forem divulgados os resultados do segundo trimestre.

Procurada, a MMX não indicou representante para comentar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como um discurso descuidado induz a erros grosseiros!

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra