A movimentação do emprego formal no país em 2013

O emprego formal cresceu, em termos absoluto,  na região sudeste em 2013, com base em 2007. São Paulo cresceu 26,59%; Minas Gerais cresceu 25,29%; Rio de Janeiro cresceu 25,12% e o Espirito Santo cresceu 27,04%, enquanto o crescimento no país atingiu 30,16% no período investigado.
Apesar do crescimento observado, a avaliação da participação relativa apresenta resultados negativos. Todos os estados da região perderam participação no total do emprego no país. São Paulo foi o estado que mais perdeu participação, saindo de 29,46% em 2007 para 28,65% em 2013, o que representou uma uma queda de 0,63% na participação do emprego total  no período verificado.
O estado de Minas Gerais saiu de uma participação de 10,73% em 2007 para 10,33% em 2013, representando uma queda de 0,36% na participação do emprego total.
O estado do Rio de Janeiro saiu de uma participação de 9,75% em 2007 para 9,37% em 2013, representando uma queda de 0,35% na participação do emprego total.
O estado do Espirito Santo, com a menor perda, saiu de uma participação de 2% em 2007 para 1,95% em 2013, representando uma queda de 0,01% na participação do emprego total.
Esses resultados são importantes e mostram uma redistribuição do emprego no país, onde a região sudeste, a mais importante com a metade da participação do emprego no país, perdeu espaço para outras regiões.
  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra

São João da Barra: uma coletividade oprimida politicamente que dá sinais de reação