O investimento nos principais municípios da região Norte Fluminense em 2013

A figura apresenta o percentual de investimento sobre as receitas correntes nos principais municípios da região Norte Fluminense, em termos de recepção de investimento privado. Campos dos Goytacazes, com R$2,4 bilhões de receitas correntes e superavit orçamentário de 2,94% em 2013, apresentou a maior taxa de investimento público, batendo 17,52% das receitas correntes. Em termos absolutos, o valor liquidado somou R$410,9 milhões no ano analisado. 
O município de Macaé realizou R$1,9 bilhão de receitas correntes e um superávit de 21,4%. A taxa de investimento foi de 3,04%, indicando dificuldade do município em alocar recursos na conta de capital, apesar da sobra de caixa representada no alto superávit. Em termos absolutos os gastos em investimento no município somaram R$59,5 milhões no ano.
São João da Barra realizou R$364,3 milhões de receitas correntes e um superávit de 3,84%. A taxa de investimento ficou em 2,84%, indicando dificuldades no município. Diferente de Macaé, a pequena sobra de caixa tem indicativos de problemas na gestão orçamentária, já que quase a totalidade dos recursos é dirigida para custeio. Tal fato, com certeza, compromete o longo prazo do município, criando sérios gargalos ao processo de bem estar social e econômico. O valor absoluto do investimento somou somente R$9,0 milhões no ano.
Para efeito de comparação, o Estado do Rio de Janeiro apresentou uma taxa de investimento de 11,50% sobre as receitas correntes, percentual inferior ao de Campos dos Goytacazes.    

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

São João da Barra: uma coletividade oprimida politicamente que dá sinais de reação

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra