FUNDECAM DEBATE A CONJUNTURA ECONOMIA REGIONAL


A versão atualizada do livro "A Economia Norte Fluminense: Análise da Conjuntura e perspectivas", que será lançada na oitava Bienal do Livro de Campos dos Goytacazes, a partir do dia 16 de maio, serviu como base para uma profunda reflexão sobre a economia regional junto ao Conselho do Fundecam, hoje, no auditório da Prefeitura Municipal de Campos dos Goytacazes.
O encontro contou com a participação de representantes das principais secretarias do executivo. O professor Alcimar Chagas da UENF apresentou uma análise da conjuntura econômica nacional, estadual e regional, alertando para a necessária mudança de comportamento das lideranças regionais. Segundo o economista, existe uma clara  percepção de que o desenvolvimento torna-se um processo natural, do momento e que os investimentos exógenos nas atividade petrolífera e infraestrutura portuária mantém o seu fluxo. Esse fato tem levado a uma certa acomodação e tem acentuado discursos extremamente otimistas, concluiu.
Os indicadores apresentados pelo economista, não tão otimistas, motivou um amplo debate e fechou um consenso importante, ou seja,  é preciso agir endogenamente e não esperar pelas decisões que vem de fora. Esse comportamento pode não contribuir para uma transformação sustentável da região. 
Um fato de extrema importância, segundo o economista, é essa abertura dada pelo executivo campista para o debate técnico aberto. Isso não é tão comum. Considero uma inovação, já que o exercício da discussão técnica orienta para soluções importantes e todos ganham. 
Após as diversas intervenções dos participantes, o economista apresentou alguns pontos que podem facilitar a orientação de estratégias alternativas ao quadro presente, ou seja:
A ideia de pensar territorialmente, 
Agir endogenamente,  
A ação coletiva sobrepondo a ação individual,
Diagnosticar os recursos locais, 
Foco na oferta,
Garimpar potenciais empreendedores,
Aproximar o crédito e o conhecimento,
Qualificação da gestão pública, e
Fomentar a interação empresa x universidade x governo.

Conclusivamente, ficou a promessa de avançar com esse tipo de discussão para outras entidades não governamentais localizadas no município.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como um discurso descuidado induz a erros grosseiros!

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra