A configuração produtiva do porto do Açu

Imagem do Blog do Roberto Moraes (greve dos trabalhadores)

A organização produtiva em redes de empresas é essencial para minimizar custos e promover competitividade. Esta representa um estagio intermediário entre a operação da empresa no mercado atomizado e a empresa verticalmente integrada.  As redes podem ter características técnico econômica ou orientadas por fatores socioculturais. Olhando a configuração do complexo portuário do Açu, descartamos logo a segunda possibilidade, associando-a, então, a redes técnico-econômica.

Por outro lado, se considerarmos essa modalidade de redes de empresas com salvaguardas contra posturas demasiadamente oportunistas dos agentes, mecanismos de negociação de garantia para resolução de conflitos e código de confiança mutua e reciprocidade de ações, conforme prega a boa teoria, em vista dos últimos acontecimentos (negação dos direitos trabalhistas, desvio de função, desrespeito a contratos, dentre outros), podemos afirmar que o presente modelo sofre de deformidade conceitual.

Já fizemos criticas sobre a denominação "Distrito Industrial" usada na primeira configuração que desmanchou. Enfim, essas são algumas constatações de deformidades que são prejudiciais ao desenvolvimento econômico, já que passam como uma situação de total normalidade. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra

As medidas do governo do estado e suas contradições