Trajetória da renda média do trabalho em Campos e São João da Barra

A trajetória da renda média do trabalho formal em Campos dos Goytacazes e São João da Barra é apresentada no gráfico. Observa-se que a renda em Campos, superior a renda de São João da Barra até 2007, declinava a cada ano. Em 2004 era equivalente a 3,0 salários mínimos, chegando a 2,47 salários mínimos em 2007. No período entre 2008 a 2010, a trajetória muda. A renda atinge 2,51 SM;  2,58 SM e 2,59 SM em 2008, 2009 e 2010 sucessivamente. Em 2011, ocorre uma leve queda e a renda alcança 2,46 SM. Nesse período a renda média em São João da Barra supera a renda de Campos em função das obras do Porto do Açu. No período entre 2004 a 2006 a renda no município também é declinante, se recuperando a partir de 2007, atingindo 3,07 SM em 2011.
Deve se considerar, entretanto, que o aumento da renda em São João da Barra se deu em função da contratação de ocupações mais qualificadas, especialmente na construção civil pesada, cujos profissionais são de outras regiões. Neste caso existe uma fuga de recursos do local de geração. O emprego no comércio é o primeiro a sentir. Veja que em 2011, auge do processo de construção do porto, o município gerou somente 21 novos empregos no comércio. Considerando os fortes investimentos privados, além do orçamento público potencializado por royalties de petróleo, o resultado é pífio.  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra

As medidas do governo do estado e suas contradições