SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

Pesquisa sobre o rebanho animal brasileiro em 2012, divulgada pelo IBGE, apontou um cenário pouco favorável. Aumento dos insumos de produção, dificuldade de distribuição e problemas climáticos, foram identificados como fatores predominantes do baixo resultado.

Este baixo resultado também foi observado no Estado do Rio de Janeiro. O rebanho bovino apresentou um crescimento de 0,82% em 2012 com relação a 2011, com predomínio da região Norte Fluminense que contabilizou 659.052 cabeças, ou 29,99% do rebanho no estado.

Entre os municípios, Campos dos Goytacazes com 255.000 cabeças em 2012, liderou na região com uma participação relativa de 38,69% e no estado com11,60% do estoque total.

A atividade de produção leiteira na região apresentou melhores resultados. Dos 538.890 (mil litros) de leite produzidos no Estado em 2012, a região Noroeste Fluminense liderou com 145.950 (mil litros) ou 27,08%, seguida pela região Sul Fluminense com uma produção de 136.546 (mil litros) ou 23,48% do total. O crescimento da produção leiteira no Estado foi de 7,88% em 2012, com base em 2011. Entretanto, a região Norte Fluminense apresentou o maior crescimento de 46,28% no mesmo período.
Entre os municípios produtores, Campos dos Goytacazes liderou com uma produção de 35.000 (mil litros) em 2012, volume equivalente a 37,02% do total da região e 6,49% da produção estadual. Campos cresceu 53,68% a produção leiteira em 2012 em relação a 2011, enquanto o Estado cresceu 7,88% no período equivalente.


O valor da produção leiteira no Estado cresceu 17,78% em 2012 com base em 2011, com predominância para a região Noroeste Fluminense com R$118,6 milhões ou 27,11% do total Estado. Na análise municipal, Campos dos Goytacazes volta a liderar com a maior renda de produção leiteira, ou R$31,5 milhões em 2012. O valor equivale a 38,95% do total da região e 7,20% do total do Estado. Campos dos Goytacazes também se destaca com a maior taxa de crescimento do valor da produção leiteira em 2012. Enquanto o Estado cresceu 17,78%, o município cresceu 58,60% em relação ao ano anterior.

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra

As medidas do governo do estado e suas contradições