Refletindo sobre estratégias indutivas do bem estar coletivo

Pesquisas aplicadas, realizadas pelo LEPROD-UENF, tem mostrado a existência de gargalos importantes no tecido sociocultural da região Norte Fluminense. Verifica-se uma sociedade com perfil individualista, postura reativa, forte dependência ao poder público, "míope" valorização institucional, acirradora de vaidades, com dificuldade em pactuar ações de âmbito coletivo.

A intervenção nesse quadro é essencial, porém muito complexa. A fragilidade dos organismos, em pactuar ações relevantes em benefício do coletivo, isola agentes e atores, que fraquejam individualmente no campo da competição via mercado. Neste caso, estratégias no sentido de estimular a mudança de comportamento, podem representar um instrumental poderoso para a necessária transformação local.

Tenho exercitado essa situação a partir do projeto "Resgate e Disseminação da História Local: uma estratégia para a mudança sociocultura e econômica". O mesmo ocorre em Atafona - São João da Barra, cuja motivação se deu no encerramento do projeto de piscicultura integrada, refém dessas mesmas mazelas sociais já indicadas.

No presente projeto tenta-se estimular a comunidade, a partir do resgate da história local, já que o desconhecimento desprende o indivíduo das raízes, das referencias importantes e da sua cultura. Esse elemento solto e desprovido de qualquer relação com o seu meio, se transforma num ser involutivo.

A pesquisa, realizada por estudantes do ensino médio da escola pública, tem sido disseminada em seminários e palestras, com a obtenção de resultados valiosos. A começar pelo substancial envolvimento desses estudantes que, com muita aplicação, adquiriram um conhecimento importante da história local, e se esmeraram, didaticamente, para levar adiante os mesmo conhecimentos. O crescimento do grupo, em função de sua aproximação à pesquisa e extensão, além   de um  maior entendimento do funcionamento da universidade pública, sem dúvida, farão diferença em sua formação profissional.

Um outro resultado importante, foi a "contaminação positiva" no âmbito da escola, onde professores e diretores, dada a relevância do projeto, decidiram por sua oficialização no ano letivo de 2013. Assim, os seminários se expandiram para todas as classes do ensino médio e do ensino fundamental, onde métodos lúdicos foram utilizados para incentivar a participação e auxiliar no processo de aprendizado.


A próxima etapa do projeto avança para a publicação e divulgação de uma cartilha ilustrada sobre aspectos importantes da história local, cujo objetivo é aproximar os indivíduos da sua origem e, como consequência, criar laços que fortaleçam o senso de pertencimento, possibilitando maior valorização da cultura local. Esta base estabelece condições de avanço socioeconômico.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como um discurso descuidado induz a erros grosseiros!

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra