Indice de Participação no ICMS na região Norte Fluminense

Os índices de participação no ICMS dos municípios da região Norte Fluminense, são apresentados na tabela. Macaé tem o maior índice; 4,962 em 2013, porém segue uma trajetória de declínio, apesar de sede da atividade petrolífera do país. Campos dos Goytacazes tem o segundo índice, 4,400 refletido em uma trajetória de crescimento desde 2010.
Quissamã ocupa o terceiro lugar com um índice 1,457 também refletido em uma trajetória de crescimento. São João da Barra e Carapebus apresentam o mesmo índice de 0,489 em 2013, porém Carapebus segue uma trajetória de crescimento desde 2010, enquanto São João da Barra declínou o seu índice em 2012, voltando a cresceu em 2013. Para esse município, observa-se que os investimentos no porto do Açu parece não ter influência na economia local, principalmente quando comparado com Carapebus.
Uma situação ainda mais complicada para São João da Barra é a posição de São Francisco de Itabapona. O município alcançou  0,547 de  participação no ICMS, com crescimento de 2,82% em relação ao índice de 2012, enquanto São João da Barra, com um índice inferior, cresceu somente 2,52% no mesmo período. É importante observar que São Francisco de Itabapona não é produtor de petróleo e não recebeu investimentos privados como São João da Barra. Os outros municípios estão estáticos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra

As medidas do governo do estado e suas contradições