Emprego formal na região Norte Fluminense em novembro de 2012

A movimentação do emprego formal nos municípios da região Norte Fluminense em novembro, indica que os maiores contabilizaram resultados negativos no mês. No caso de Campos e São Francisco de Itabapoana, o final da safra de cana-de-açúcar confirma o seu perfil sazonal, registrando um grande número de desligamentos. Em São João da Barra, as obras do porto do Açu evoluem com períodos de contratações e desligamentos, enquanto em Macaé o setor de serviço destruiu 428 vagas no mês. O emprego consolidado no período de janeiro a novembro, coloca Macaé na liderança com um saldo de 5.350 vagas de emprego em 2012, distribuidas em 30,02% no setor de serviços, 45,87% no setor de construção civil, 13,83% no setor de indústria de transformação e 3,1% no comércio.
Campos dos Goytacazes gerou um saldo acumulado de 2.224 vagas no ano, distribuidas em 64,57% na agropecuária e 80,67% no setor de serviços. A construção civil destruiu 1.542 vagas e o comércio 39 vagas no ano.
São João da Barra gerou 1.046 vagas de emprego no ano, distribuidas em 60,23% na construção civil, 33,94% na indústria, 9,08% no setor de serviços, com destruição de 10 vagas no comércio.
São Francisco de Itabapoana gerou 130 vagas no ano, distribuidas em 27,86% no setor agropecuário, 28,57% no comércio e 41,43% no setor de serviços.  
Em novembro, foram desligados 1.870 trabalhadores no setor agropecuário em Campos e São Francisco de Itabapoana, por conta no final da safra de cana-de-açúcar.

Comentários

  1. Alcimar.

    Estou fazendo uso das informações do teu blog e me confundiu os dados pois 64,57% + 80,67% > 100%. É isto mesmo?

    "Campos dos Goytacazes gerou um saldo acumulado de 2.224 vagas no ano, distribuidas em 64,57% na agropecuária e 80,67% no setor de serviços. A construção civil destruiu 1.542 vagas e o comércio 39 vagas no ano."

    Obrigado

    Andre Uebe

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra

As medidas do governo do estado e suas contradições