O perfil da atividade agropecuária na região Norte Fluminense

Baseado na publicação do IBGE, apresentamos o retrato da atividade agropecuária da região Norte Fluminense, através dos valores da agricultura temporária e permanente e da pecuária em 2011, indicando a posição de cada município. Uma primeira informação importante é que a região apresenta uma participação percentual de 43,72% na agricultura temporária em relação ao Estado. Na agricultura permanente, esse percentual cai para 10,09% e no total da agricultura, a participação é de 33,34%, ou seja, 1/3 da riqueza agrícola do Estado está na região Norte Fluminense. As culturas mais relevantes na agricultura temporária, são: cana-de-açúcar, abacaxi, mandioca, milho, arroz, feijão, melancia e tomate. Na agricultura permanente, as culturas mais importantes, são: coco-da-baia, maracujá, goiaba, banana, laranja, manga, uva e café.
Na atividade pecuária, a participação regional é de 13,10% do valor total do Estado.

Comentários

  1. São Francisco já passou Campos!
    Será que Campos está perdendo sua vocação para a agropecuária?

    ResponderExcluir
  2. Interessante observar que SFI apresenta uma melhor diversificação da atividade agrícola e alguns produtos tem tido uma boa valorização no seu preço. Campos apresenta uma grande dependência da cana-de-açúcar.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

São João da Barra: uma coletividade oprimida politicamente que dá sinais de reação

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra