Emprego formal em agosto na região Norte Fluminense

A região Norte Fluminense gerou um saldo negativo de 74 empregos no mês de agosto. Porém no acumulado de janeiro a agosto, foi gerado um saldo positivo de 9.805 empregos. Avaliando a situação de cada município, verifica-se que Campos dos Goytacazes gerou 247 vagas no mês, somando 2.981 vagas no acumulado de janeiro a agosto. Deste total, o setor agropecuário teve uma participação percentual de 101,88%, o setor de serviços 40,39%, a indústria de transformação 19,72%, enquanto que a construção civil destruiu 1.252 vagas de emprego e o comércio destruiu 787 vagas neste ano.
O município de macaé destruiu 424 vagas de emprego em agosto e gerou um saldo acumulado de 4.769 vagas no ano. Deste saldo, o setor de serviços teve uma participação percentual de 45,06%, a construção civil 33,38% e a indústria de transformação 20,09%.
São João da Barra gerou 109 vagas de emprego em agosto e um saldo acumulado de 1.147 empregos no período de janeiro a agosto. A construção civil teve uma participação de 85,18% e setor de comércio destruiu 43 vagas de emprego este ano.
São Francisco de Itabapoana gerou um saldo acumulado de 654 no ano, com a participação percentual de 87,31% do setor agropecuário.
Carapebus gerou 52 novas vagas no ano concentradas no comércio; Cardoso Moreira gerou 47 novas vagas concentradas na agropecuária;  Conceição de Macabu gerou 85 novas vagas concentradas no comércio; Quissamã gerou 23 novas vagas concentradas no comércio e São Fidélis gerou 47 novas vagas concentradas nos serviços.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra

As medidas do governo do estado e suas contradições