Emprego formal em agosto na região Norte Fluminense

A região Norte Fluminense gerou um saldo negativo de 74 empregos no mês de agosto. Porém no acumulado de janeiro a agosto, foi gerado um saldo positivo de 9.805 empregos. Avaliando a situação de cada município, verifica-se que Campos dos Goytacazes gerou 247 vagas no mês, somando 2.981 vagas no acumulado de janeiro a agosto. Deste total, o setor agropecuário teve uma participação percentual de 101,88%, o setor de serviços 40,39%, a indústria de transformação 19,72%, enquanto que a construção civil destruiu 1.252 vagas de emprego e o comércio destruiu 787 vagas neste ano.
O município de macaé destruiu 424 vagas de emprego em agosto e gerou um saldo acumulado de 4.769 vagas no ano. Deste saldo, o setor de serviços teve uma participação percentual de 45,06%, a construção civil 33,38% e a indústria de transformação 20,09%.
São João da Barra gerou 109 vagas de emprego em agosto e um saldo acumulado de 1.147 empregos no período de janeiro a agosto. A construção civil teve uma participação de 85,18% e setor de comércio destruiu 43 vagas de emprego este ano.
São Francisco de Itabapoana gerou um saldo acumulado de 654 no ano, com a participação percentual de 87,31% do setor agropecuário.
Carapebus gerou 52 novas vagas no ano concentradas no comércio; Cardoso Moreira gerou 47 novas vagas concentradas na agropecuária;  Conceição de Macabu gerou 85 novas vagas concentradas no comércio; Quissamã gerou 23 novas vagas concentradas no comércio e São Fidélis gerou 47 novas vagas concentradas nos serviços.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como um discurso descuidado induz a erros grosseiros!

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra