Uma reflexão sobre um modelo para a agricultura familiar na RNF


Neste momento de acalorados debates políticos para as eleições ao executivo municipal, pensar um modelo adequado para dinamizar a agricultura familiar nos municípios da região norte Fluminense é fundamental. Entendo que um caminho seria formular a sua estrutura a partir de um diagnóstico da atividade, seguido pelo planejamento da oferta, inicialmente, baseando-se na demanda da merenda escolar. Esta visão é justificada, já que a rede municipal importa alimentos, gerando emprego em outras regiões. De posse do planejamento, o governo deve formular uma rede de articulação envolvendo, de um lado, a universidade e centros de pesquisas agropecuárias para a combinação e aplicação de conhecimentos científicos e práticos e, do outro lado, os bancos oficiais com suas linhas de crédito específicas para a atividade. A aplicação do modelo deve seguir a fórmula dos “projetos demonstração” e devem ser acompanhados por um grupo de profissionais de conhecimento interdisciplinar, com o objetivo de reconstruir a confiança abalada e incentivar mudanças de praticas que são nocivas ao produtor rural. A disseminação desse modelo visa gerar uma oferta de produtos de qualidade e alta produtividade que deverá ser compatibilizada com a criação de agroindústrias (produtos processados por grupos familiares). O governo local deve liderar a coordenação desse modelo, já que terá o compromisso de articular conhecimentos que transforme a fraca agricultura de subsistência em uma agricultura com características empresariais, ou seja, agricultura a base de conhecimento, organizada em cadeias produtivas, produzindo produtos de alto valor agregado e capaz de gerar emprego, renda, qualidade de vida no campo e sustentabilidade. Esta pode uma poderosa estratégia para evitar exclusão social, além de manter a base agrícola dos municípios para evitar a dependência alimentar a outras regiões.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

São João da Barra: uma coletividade oprimida politicamente que dá sinais de reação

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra