A Gestão Contraditória da Educação em São João da Barra


Verifica-se realmente um crescimento nos gastos com a educação em São João da Barra. Entretanto, é importante observar uma grande contradição quando se relaciona esses valores com os índices de qualidade divulgados pelo MEC. Em 2005, o município gastou R$12,9 milhões, valor correspondente a 17,5% das despesas correntes. Neste ano o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica alcançou 3,3 para a 4º série e 3,4 para a 8ª série.
Em 2007 foi verificado um crescimento nominal nos gastos com educação de 18,60% em relação a 2005, cujo valor correspondeu a 14,2% das despesas correntes, participação menor do que em 2005. Entretanto, neste ano de menor participação das despesas correntes, os índices de avaliação superaram os índices de 2005. A 4ª série conseguiu um índice de 4,1 e a 8º série conseguiu um índice de 3,9.
Confirmando a contradição citada, em 2009 foi verificado um forte crescimento nos gastos para R$38,8 milhões, correspondente a 23,2% de participação das despesas correntes. O resultado da avaliação neste ano seguiu na contra-mão, onde a 4ª série alcançou o índice de 3,3, regredindo para o patamar de 2005, enquanto a 8ª série alcançou o índice de 3,6, índice inferior ao de 2007.
Na comparação com os municípios de Cambuci e Bom Jesus de Itabapoana, pode se observar que esses municípios sem a robusta parcela de royalties de petróleo, já que não são produtores, conseguiram resultados muito melhores do que São João da Barra.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como um discurso descuidado induz a erros grosseiros!

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra