Emprego Formal em maio na região Norte Fluminense

A movimentação do emprego formal em maio, na região Norte Fluminense, apresenta Macaé na liderança. O município gerou 639 empregos no mês e 4.272 empregos no período janeiro a maio. Deste total, o setor de serviço participou proporcionalmente com 62,71% a construção civil participou com 19,15% e a indústria de transformação com 17,51%.
O município de Campos dos Goytacazes gerou 773 empregos em maio e 2.042 empregos no período janeiro a maio. Deste total, o setor agropecuário participou proporcionalmente com 67,48%. É importante observar a força do setor sucroalcooleiro, cujo processo de operação inicia, mais fortemente, em maio com 1.100 empregos gerados no mês, ou 79,83% do total do emprego acumulado no setor. O setor de serviços participou proporcionalmente com 52,30%, a indústria de transformação participou com 15,38%, enquanto o comércio elimou 798 empregos no período analisado.
São João da Barra gerou 239 empregos no mês e 739 empregos no período, com uma forte concentração na construção civíl. Foram  693 empregos por conta das obras do porto do Açu.
São Francisco de Itabapoana gerou 632 emprego no mês e 654 empregos no período. O inicio da safra da cana-de-açúcar refletiu positivamente no município, onde o setor agropecuário foi responsável ppela geração de 600 empregos em maio e 567 empregos no acumulado.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

São João da Barra: uma coletividade oprimida politicamente que dá sinais de reação

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra