Impactos do porto do Açu na contra mão do discurso

Os bilhões de investimento na construção do porto do Açu não geram emprego no comércio em São João da Barra. Observem que nos primeiros quatro meses de 2012, o município destruiu 20 empregos no setor (admissões menos demissões). Em janeiro o setor apresentou um saldo positivo de 18 empregos, caindo fortemente em fevereiro quando gerou um saldo negativo, que permaneceu nagativo em março e abril. Considere ainda que o os gastos públicos em 2011somaram um valor em torno de R$ 5,0 milhões até outubro.

Comentários

  1. Professor, como se explica, estamos vendo que de fato o comércio em geral anda mal, tirando os supermercados, que ganham todo mês uma parcela como dos cartões de alimentação que a prefeitura distribui, os demais comércios não evoluem, mesmo com um orçamento municipal gigante e um empreendimento privado maior ainda, onde estão sendo gastos os salários que os sanjoanenses ganham? Onde está circulando tanto dinheiro? Sinceramente, dados impressionantes e acima de tudo preocupantes, não há um programa de desenvolvimento sério na cidade! Tanto para cidade crescer com qualidade, quanto para investimentos que gerem empregos fixos. Dificilíssimo entender tanta contradição.

    ResponderExcluir
  2. Denis, temos discutido bastante essa questão. Na verdade, grandes investimento exógenos dirigidos para uma região fragilizada não garante benefícios de forma automática. A região precisa estar preparada para absorver essas externalidades. No nosso caso, infelizmente,ocorreu exatmente isso. O município não foi e nem está sendo preparado para esse processo de transformação. Estamos realmente muito preocupados.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

São João da Barra: uma coletividade oprimida politicamente que dá sinais de reação

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra