Intervenção do economista e professor José Alves

Publico neste espaço, a intervenção do economista e professor José Alves.

Ilustre Professor,
Realmente o processo de industrialização da China é avassalador, como bem ressaltou o artigo em tela, através de uma grande demanda por matéria prima-prima oriunda dos países da América Latina, com destaque especial para o Brasil que se configura no cenário internacional como grande exportador de commodities.
Entretanto, os chineses buscam hoje uma maior inserção na economia internacional, sobretudo no Brasil, que apresenta atualmente indicadores econômicos mais favoráveis do que em algumas economias desenvolvidas, cenário econômico este que vem atraindo grandes investidores em diversos setores, inclusive os agressivos e indomáveis capitalistas chineses.
O Brasil na verdade, continua como exportador de produtos primários, de pouco valor agregado, além de enfrentar um processo de desindustrialização, em decorrência da atual taxa de câmbio, onde o padrão monetário nacional encontra-se valorizado. A indústria brasileira sofre um processo de concorrência desleal em relação aos bens e serviços estrangeiros, por diversos fatores, um deles chama-se carga tributária e o câmbio, como salientado acima.
A única forma de reversão da atual conjuntura econômica, passa pelo investimento em ciência e tecnologia, ou seja, em produtos que possuem grande valor agregado, como bem ressaltou o professor Alcimar.

Abrs.,
José Alves
Economista


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como um discurso descuidado induz a erros grosseiros!

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra