Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2012

O poder da agropecuária planejada e com conhecimento

Imagem
As belas imagens são representativas da economia de uma pequena cidade da Bélgica. Chimay fica no sul da Bélgica, numa área geográfica de 197,10 k2 e tem uma população de 9.822 habitantes. A sua economia se baseia fundamentalmente na produção de queijos, cervejas e no turismo. A produção de queijos e cervejas data de 1862, onde os monges da Abadia de Notre-Dame de Scourmont iniciaram a atividade para atender o consumo próprio, além de exercitar os músculos com o trabalho manual. Com o tempo a atividade foi se modernizando e atraindo um interesse cada vez maior na Europa e nos Estados Unidos. Atualmente a fabricação de queijos integra 200 criadores que enviam leite diariamente para a produção de diversos tipos.
A fabricação de cervejas também apresenta uma trajetória de sucesso. Diversos tipos atendem o exigente padrão do consumidor europeu. As duas atividades se integram ao turismo que atrai visitantes de todo o mundo.



Castelos históricos atraem visitantes de diversos países e movimenta…

Reflexos dos investimentos do porto do Açu no emprego dos setores de comércio e agropecuário em São João da Barra

Imagem
Os pesados investimentos na construção do porto do Açu e a movimentação de empresas e pessoas em função do mesmo projeto, não impactaram o comércio nem agropecuária local. A tabela ao lado apresenta os saldos de emprego total, no comércio e na agropecuária nos anos de 2007 a 2011.
Percentualmente, observa-se um declínio da participação do comércio no emprego total. Em 2007 o emprego no comércio representava 20,73% do total, participação que cai para 12,23% em 2008, cai bruscamente para 4,18% em 2009, avança para 10,89% em 2010 e despenca para 3,63% em 2011. Os saldos em termos absolutos confirmam a tese de fragilidade do comércio frente a onda de investimentos.
na atividade agropecuária, a situação ainda é pior, ou melhor, lamentável. O município apresenta um saldo negativo no período, ou seja, o setor destruiu 37 empregos no período observado. Este é o quadro real por tráz dos discursos "nunca fizeram tanto para agricultura como fizemos"; "como medida compensatório do po…

Receita de royalties de petróleo na Região Norte Fluminense em janeiro de 2012

Imagem
Minicípios da Região Norte Fluminense recebem royalties de petróleo em janeiro de 2012. No grupo dos municípios produtores, Campos dos Goytacazes recebeu a maior parcela, ou R$ 49,9 milhões, seguido por Macaé que recebeu R$ 37,4 milhões e São João da Barra que recebeu R$ 11,8 milhões. Quissamã aparece a seguir com uma receita de R$ 7,6 milhões e Carapebus com uma receita de R$ 3,0 milhões.
Do total de R$ 248,1 milhões recebido pelo Estado do Rio de Janeiro neste mês, a região recebeu R$ 111,9 milhões ou o equivalente a 45,14% do total.

O emprego por setor de atividade em 2011 no município de São João da Barra

Imagem
A decomposição do saldo de emprego em 2011, por setor de atividade, no municípío de São João da Barra, explica a fragilidade do município no que diz respeito a capacidade de absorção das externalidades positivas, decorrentes dos investimentos no porto do Açu. Foram gerados 1.075 empregos líquidos em 2011, com forte concentração na construção civil, ou seja, 944 empregos neste setor ou 87,81% do total. Naturalmente, esses empregos estão relacionados as obras de construção do porto e não são sustentáveis, já que na fase de operação essas ocupações desaparecerão. Por outro lado, sabemos que aproximadamente 50% desses trabalhadores são de outras cidades ou Estados e, portanto, precisam enviar recursos para a suas familias.
O setor de serviços que aparece com um saldo de 127 empregos no ano, também está relacionado as atividades do porto e apresenta condição similar a discução anterior.
O setor de comércio, cuja expectativa de evolução era tida como certa, fechou o ano com um saldo de 39 emp…

Emprego formal em dezembro nos menores municípios da Região Norte Fluminense

Imagem
A movimentação do emprego formal em dezembro de 2011, nos menores municípios da Região Norte Fluminese, apresentou uma boa recuperação frente a novembro. Os saldos foram positivos em todos os municípios, com destaque para São João da Barra que gerou 260 empregos no mês.
No acumulado do ano o município gerou 1.075 empregos, Carapebus gerou 99 empregos e Conceição de Macabu gerou 95 empregos.
O gráfico apresenta a trajetória do emprego mensal em São João da Barra nos anos de 2010 e 2011. O saldo de dezembro de 2011 foi o maior saldo mensal já contabilizado nos dois últimos anos.

Emprego formal nos municípios com mais de 30 mil habitantes na Região Norte Fluminense

Imagem
O fechamento do emprego formal na Região Norte Fluminense em 2011, apresenta desaceleração brusca em Campos dos Goytacazes, em função do fim da safra de cana-de-açúcar. O município contabilizou uma saldo negativo de 3.401 empregos no mês de dezembro. O saldo acumulado no ano fechou com 4.171 empregos líquidos, sendo 1.754 empregos ou 42,05% no setor de serviços, 1.369 empregos ou 32,82% no setor de comércio, 393 empregos ou 9,42% na indústria de transformação e 342 empregos ou 8,20% na agropecuária.
O município de Macaé contabilizou um saldo de 12.342 empregos no ano, com 7.627 ou 61,8% no setor de serviços, 1.762 empregos ou 14,28% na construção civil e 1.535 ou 12,44% na indústria de transformação.
São Fidélis e São Francisco fecharam o ano com saldo negativo de emprego.

O gráfico apresenta a trajetória do emprego formal nos meses de janeiro a dezembro de 2011 nos municípios de Campos dos Goytacazes e Macaé.
Observa-se o forte declínio do emprego em dezembro no município de Campos dos G…

Até que ponto grandes orçamentos potencializam bem estar?

Imagem
A análise comparativa dos indicadores econômicos dos municípios de São João da Barra – RJ e Domingos Martins-ES, merece uma boa reflexão.

Fundamentalmente, por tratar-se de dois municípios com uma população muito semelhante e rendas muito diferentes.

Será que nesta análise se verifica a idéia sobre a “maldição do petróleo”?

Vejamos, São João da Barra tem uma população de 32.747 habitantes e Domingos Martins tem uma população de 31.847 habitantes. O primeiro é produtor de petróleo com recebimento de royalties e participações especiais em 2010 da ordem de R$ 203,1 milhões, enquanto que o segundo não é produtor e recebeu no mesmo ano 1,1 milhão, ou seja, o equivalente a 0,54% do valor recebido pelo primeiro.

No conjunto das Receitas Correntes, no mesmo ano, São João da Barra realizou o valor de R$ 256,9 milhões, enquanto Domingos Martins realizou R$ 60,0 milhões, ou 23,36% do valor de São João da Barra.

Complementarmente, o valor contabilizado pelo Produto Interno Bruto – PIB, em 2009, relati…

Macaé apresentou saldo superavitário na Balança Comercial em 2011

Imagem
O município de Macaé fechou 2011 com superavit na Balança Comercial. As exportações somaram US$ 3,4 bilhões, as importações somaram US$ 657,8 milhões, gerando um saldo superavitário de US$ 2,8 bilhões. Este saldo foi menor 6,62% do que o saldo de 2010.
A Petrobrás foi responsável por 92,27% das exportações e 27,14% das importações realizadas no município.
Os principais países compradores de nossos produtos foram Santa Lucia com 50,75% e Estados Unidos com 36,43% do valor total das exportações no ano.
Os principais países de origem das nossas importações foram os Estados Unidos com 55,84%, o Reino Unido com 8,27% e a Noruega com 7,45% da importação total em 2011.

O resultado do Comércio Exterior no município de Campos em 2011

Imagem
O município de Campos dos Goytacazes apresentou déficit no saldo da Balança Comercial em 2011. O valor referente as exportações alcançou US$ 23,0 milhões contra US$ 51,4 milhões de importações, gerando déficit comercial de US$ 28,3 milhões. Em 2010 o saldo foi superavitário em US$ 6,8 milhões. As exportações somaram neste ano US$ 42,4 milhões, valor 84,35% maior do que o valor de 2011.
As principais empresas exportadoras foram a Purac Sintese com participação de 55,75% e Schulz com 41,62% do totais.
Das exportações: 21,98% foram para a Alemanha; 16,08% foram para a Argentina; 10,85% foram para Taiwan e 8,89% foram para os Países Baixos. Os principais países responsáveis pelas importações do município foram: a China com 26,30% a Alemanha com 23,42% e os Estados Unidos com 18,28%.

Execução Orçamentária em São João da Barra no período janeiro a outubro de 2011

Imagem
A tabela apresenta os valores correspondentes a execução orçamentária no período de janeiro a outubro em São João da Barra. O município realizou R$261,8 milhões de Receitas Correntes ou 68,1% do valor previsto em 2011. As Receitas Tributárias somaram R$14,1 milhões ou 59,4% do valor previsto para o ano. No grupo das Despesas Correntes, o valor liquidado foi de R$148,6 milhões ou 49,4% do valor previsto para o ano, enquanto o Investimento liquidado foi de R$3,5 milhões no período ou 4,8% do valor previsto para o ano.
Em relação as Receitas Correntes realizadas no período janeiro a outubro, as Receitas tributárias representaram 5,38% e as Transferencias Correntes representaram 89,73%.
As Despesas com pessoal e encargos liquidadas representaram 26,83% e as Despesas com Investimento representaram 1,32%.

Desaceleração econômica da China e seus desdobramentos

Imagem
Notícias pelo mundo já dão conta da perda de dinâmica das exportações da China no quarto trimestre de 2011. Essa retração era esperada, já que a crise financeira e econômica americana e européia não deve poupar ninguém. Especialmente a China, que depende do mercado mundial para escoar a sua robusta produção, não conseguiria ficar isenta dessa perversa movimentação.
O Brasil precisa ficar atento a esta nova conjuntura e a Região Norte Fluminense, cujos investimentos em infraestrutura portuária a coloca numa interação direta com a conjuntura internacional, também será afetada negativamente. Decisões de investimento, contrato de parcerias, prazos já estabelecidos e a geração de emprego, serão prejudicados enquanto perdurar essa onda de desequilíbrio economico.

Alerta do Fórum Econômico

Imagem
Relatório do Fórum Econômico sobre os principais riscos que o mundo vai enfrentar nos próximos dez anos, indica a disparidade de renda severa e o desequilíbrio fiscal crônico, como os problemas mais preocupantes entre os cinquenta problemas pesquisados. Segundo o relatório os governos precisam conter a insatisfação social antes que o descontentamento se torne uma força violenta e desestabilizadora (Jornal o Globo).
A presente pesquisa é importante para a reflexão sobre a Região Norte Fluminense, ambiente onde ocorre um forte avanço populacional, investimentos privados com base em recursos naturais, baixo nível de investimento público em infraestrutura social e baixa qualidade dos gastos públicos em custeio. Soma-se ainda: a baixa escolaridade da mão-de-obra, baixa capacidade de gestão nas pequenas empresas e um baixo nível de qualificação na esfera pública. Realmente, uma situação nada cômoda.

Emprego formal nos menores municípios da Região Norte Fluminense em novembro de 2011

Imagem
O emprego em novembro, nos menores municípios da Região Norte Fluminense, mantém a trajetória de desaceleração. São João da Barra manteve a condição de liderança na geração de emprego nesse grupo. Em novembro gerou 25 empregos líquidos e um saldo acumulado de 815 empregos no período de janeiro a novembro de 2011. Carapebus e Conceição de Macabu geraram um saldo acumulado de 87 empregos no período.
O gráfico ao lado apresenta a trajetória do emprego formal em São João da Barra nos meses de janeiro a dezembro nos anos de 2010 e 2011. Observa-se uma desaceleração do saldo de emprego nos meses de setembro, outubro e novembro.

Valores da gestão orçamentária em Macaé no período janeiro a outubro de 2011

Imagem
Os valores atualizados da gestão orçamentária até outubro de 2011, no município de Macaé, são apresentados na tabela ao lado. As Receitas Correntes realizadas somaram R$1,3 bilhão ou 95,7% do valor previsto para o mesmo ano. As Receitas Tributárias realizadas somaram R$350,0 milhões ou 106,9% da previsão e as Transferências Correntes somaram R$763,7 milhões ou 91,6% do valor previsto.
As Despesas Correntes liquidadas no período somaram R$778,9 milhões ou 80,3% da previsão, as despesas com pessoal e encargos somaram R$418,4 milhões ou 87,7% e as despesas de investimento somaram R$64,6 milhões ou 32,8% do valor previsto.
Em relação as Receitas Corrente, as Receitas Tributárias atingiram 27,85% as despesas com salários e encargos atingiram 33,28% e as despesas de investimento atingiram 5,14%.

Um Balanço da Inserção do Brasil no Comércio Exterior

Imagem
A Região Norte Fluminense está inserida no contexto econômico nacional e internacional. O padrão da infraestrutura portuária em construção ao longo da costa do Estado do Rio de Janeiro, especialmente no Açu e Barra do Furado, atrai os olhos do Brasil e de boa parte do mundo.
Em função desse forte processo de mudanças na região, é essencial o esforço para entender a dinâmica da conjuntura econômica nacional e internacional, de forma a apoiar as decisões de investimentos nas esferas pública e privada.
Nessa direção, apresentamos os resultados do comércio exterior brasileiro em 2011. O valor das exportações atingiram US$256,041 bilhões, registrando um aumento de 26,8% em relação as exportações de 2010. As importações somaram US$226,251 bilhões, valor acrescido de 24,5% em relação a 2010.
A distribuição das exportações brasileiras em 2011 foi a seguinte:

Produtos básicos: 36,1%
Semifaturados: 27,7%
Manufaturados: 16,0%

Paises de destino das exportações brasileiras:
China: US$44,3 bilhões
Estado Un…

Execução orçamentária em Campos dos Goytacazes no período janeiro a outubro de 2011

Imagem
A execução orçamentária no período janeiro a outubro de 2011 em Campos dos Goytacazes é apresentada na tabela ao lado. As receitas correntes realizadas no período somaram R$1,6 bilhão ou 81,8% do valor previsto para 2011. As receitas tributária realizadas somaram R$129,5 milhões ou 98,8% do valor total previsto. As transferências correntes somaram R$1,4 bilhão ou 80,7% do valor previsto.
No grupo das despesas, as corrente liquidadas somaram R$1,2 bilhão, salários e encargos R$576,0 milhões e o valor do investimento atingiu R$229,3 milhões no período.
Na avaliação relativa ao valor das receitas correntes realizadas no período, as receitas próprias representaram 8,08% as despesas com salários e encargos representaram 35,95% enquanto que as despesas com investimento representaram 18,68%.
Esses números são bastante significativos e comprovam uma boa execução orçamentário no município de Campos.

Exportação de Minério de Ferro em 2011

Imagem
O volume de minério de ferro embarcado para o exterior em 2011 manteve o padrão de crescimento no mês de dezembro. Foi verificado um crescimento no mês de 7,08% em relação a novembro. A receita em dolar no mês cresceu 0,05% no mesmo período. Na comparação com o mês de dezembro de 2010, foi verificado um crescimento de 5,7% no volume embarcado em dezembro de 2011.
O gráfico ao lado apresenta a trajetória dos preços médios praticados em 2011 e 2010. Observa-se que após um forte crescimento de janeiro a agosto de 2010, foi verificado uma queda gradativa a partir de setembro até dezembro. Em 2011, observa-se uma certa estabilidade no primeiro trimestre com elevação em abril e maio. A partir desse ponto até outubro os preços se mantiveram no mesmo patamar para cair mais fortemente em novembro e dezembro. O preço de dezembro de 2011 ficou abaixo do preço de 2010.

Exportação de açúcar em bruto em 2011

Imagem
As exportações de açúcar em bruto do Brasil fechou o ano de 2011 com forte queda. A receita em dólar caiu 30,83% em dezembro com relação a novembro e o volume em tonelada embarcada caiu 30,95% no mesmo período. Na comparação com dezembro de 2010, a queda verificada no volume embarcado foi de 9,13% em dezembro de 2011.

O gráfico apresenta a trajetória evolutiva do preço médio negociado nas exportações de açúcar no período de janeiro a dezembro de 2011. Observa-se no segundo semestre, um crescimento persistente do preço médio de exportação.

Valores consolidados de royalties e Participações Especiais na Região Norte Fluminense em 2011

Imagem
As receitas de royalties de petróleo contabilizadas nos municípios da Região Norte Fluminense em 2011, são apresentadas na tabela ao lado. Campos dos Goytacazes liderou com uma receita anual de R$559,3 milhões, seguido por Macaé com uma receita de R$410,5 milhões e São João da Barra com R$129,4 milhões.
A receita total da região atingiu R$1,2 bilhão ou 46,48% da receita geral dos Estado do Rio de Janeiro.

Na composição da receita de royalties com a parcela de participações especiais, os valores transferidos para os municípios produtores da região são apresentados na tabela. Campos dos Goytacazes ficou com R$1,2 bilhão, Macaé ficou com R$482,7 milhões, São João da Barra ficou com R$245,1 milhões, Quissamã ficou com R$92,4 milhões e Carapebus ficou com R$33,8 milhões.

Podemos escolher um modelo adequado de geração de riqueza, privilegiando a sociedade local

Imagem
Matéria do Globo Rural no último domingo corrobora com a idéia de que pode-se escolher o modelo gerador de riqueza em cada espaço territorial. A escolha pode ser por um modelo que use o espaço somente para criar riqueza e depois distribui-la fora, a exemplo dos investimentos amparados em recursos naturais (petróleo, portos, resorts, etc.), ou por um modelo amparado nas atividades econômica de base, tais como a agricola, pesca ou outros recursos representativos de vantagens comparativas. O município de Sorriso em Mato Grosso é exemplo desse segudo modelo.
Trata-se de um município com 66.521 habitantes e uma área territorial de 9.329,5 k2. Um PIB per capita que é real (diferente da ficção dos municipios produtores de petróleo) de R$38.977,85 que é gerado principalmente pelas atividades ligadas ao agronegócio. A figura acima apresenta a distribuição da riqueza, onde a agropecuária participa com 27,65%, a indústria com 12,69% e os serviços com 50,13%. É comum na cidade os comentários de pr…

Movimentação bancária nos principais municípios das regiões Litorânea e Noroeste Fluminense

Imagem
A tabela apresenta o movimento bancário de outubro de 2011, relativo a operação de crédito e depósito a vista do setor privado nos principais municípios das regiões da Baixada Litorânea e Noroeste Fluminense. O município litorâneo Cabo Frio, com 14 agências bancárias, contabilizou um saldo de operações de crédito de R$462,0 milhões e um saldo de depósito a vista do setor privado de R$82,9 milhões. Da mesma região, com 9 agências bancárias, o município de Rio das Ostras contabilizou um saldo de R$234,5 milhões em operações de crédito e um saldo de R$47,4 milhões em depósito a vista privado.
Pela regiaõ Noroeste Fluminense, Itaperuna contabilizou um saldo de R$303,3 milhões em operações de crédito e um saldo de R$57,7 milhões em depósito a vista privado.
Os coeficientes da relação depósitos a vista privado / crédito, indica o grau de confiança do setor bancário no sistema econômico local. Quanto menor esses indicador mais confiável é o sistema econômico e mais disposto estará o sistema ba…

Movimentação financeira em outubro de 2011 na Região Norte Fluminense

Imagem
A movimentação bancária no mês de outubro nos municípios da Região Norte Fluminense é apresentada na tabela ao lado. Campos dos Goytacazes contabilizou um saldo de R$1,1 bilhão em oprações de crédito, seguido por Macaé com um saldo de R$1,0 bilhão. Na operação de depósito a vista do setor privado, Macaé lidera com um saldo de R$246,1 milhões, seguido por Campos com um saldo de R$229,4 milhões. Na conta de depósitos a prazo, Campos contabilizou um saldo de R$839,4 milhões e Macaé contabilizou um saldo de R$632,6 milhões.

O gráfico ao lado apresenta a trajetória do saldo de depósito a prazo no período de janeiro a outubro de 2011 em São João da Barra. A evolução dessa operação é bastante forte, indicando um crescimento nominal de 250,74% em outubro com base em janeiro do mesmo ano. Comparativamente a outubro do ano passado, o crescimento é de 472,41%. Observa-se que a riqueza gerada localmente continua fugindo para gerar emprego em outros lugares.