Movimentação do emprego no mês de maio na Região Norte Fluminense

O início da safra da indústria sucroalcooleira potencializa a geração de emprego em Campos dos Goytacazes. Em maio o setor agropecuário gerou 891 novos empregos, ou seja, 43,1% do total. No acumulado de janeiro a maio, foram gerados 3.620 novos empregos no município, tendo o setor agropecuário contribuído com 1.273 empregos ou 35,16% do total. O setor de serviços contribuiu com 24,83% no acumulado, a construção civil participou com 17,98%, a indústria de transformação participou com 12,87% e o comércio participou com 9% do saldo acumulado no período de janeiro a maio.

Macaé continua mantendo a liderança com 4.800 novos empregos no mesmo período, com o setor de serviços apresentando uma participação percentual de 68,70%, a indústria de transformação 17,06% e a construção civil 11,56%.


O gráfico ao lado apresenta a trajetória do saldo de emprego nos meses de janeiro a maio. Observa-se em Campos uma queda em fevereiro com base em janeiro e uma queda de março com relação a fevereiro. Em abril observa-se um crescimento do saldo superior ao ponto mais alto verificado em janeiro e no mês de maio um potencial crescimento provocado pelo contribuição do setor agropecuário.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra

As medidas do governo do estado e suas contradições