Movimentação do emprego no mês de maio na Região Norte Fluminense

O início da safra da indústria sucroalcooleira potencializa a geração de emprego em Campos dos Goytacazes. Em maio o setor agropecuário gerou 891 novos empregos, ou seja, 43,1% do total. No acumulado de janeiro a maio, foram gerados 3.620 novos empregos no município, tendo o setor agropecuário contribuído com 1.273 empregos ou 35,16% do total. O setor de serviços contribuiu com 24,83% no acumulado, a construção civil participou com 17,98%, a indústria de transformação participou com 12,87% e o comércio participou com 9% do saldo acumulado no período de janeiro a maio.

Macaé continua mantendo a liderança com 4.800 novos empregos no mesmo período, com o setor de serviços apresentando uma participação percentual de 68,70%, a indústria de transformação 17,06% e a construção civil 11,56%.


O gráfico ao lado apresenta a trajetória do saldo de emprego nos meses de janeiro a maio. Observa-se em Campos uma queda em fevereiro com base em janeiro e uma queda de março com relação a fevereiro. Em abril observa-se um crescimento do saldo superior ao ponto mais alto verificado em janeiro e no mês de maio um potencial crescimento provocado pelo contribuição do setor agropecuário.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como um discurso descuidado induz a erros grosseiros!

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra