Relatório da II Conferência de Controle Social em São João da Barra

Foi realizada nesta sexta, dezoito de março, a segunda Conferência Local de Controle Social, no auditório do Clube União dos Operários, em São João da Barra, cuja pauta tratou sobre a implantação do Comitê do “Movimento Nossa São João da Barra”, cujo objetivo central é induzir uma participação mais ativa dos sanjoanenses nas questões importantes de ordem coletiva e da implantação da comissão Executiva, responsável por pensar e promover a discussão de temas que atenda a evolução social no presente contexto de transformação econômica, social e ambiental no município.

Com uma presença bastante representativa, setores como: a agricultura, comércio, meio ambiente, poder legislativo local, serviços profissionais, turismo, educação, cultura, comunicação e ciência e tecnologia, tiveram suas questões acentuadas e discutidas de forma relevante.

Após a confirmação de comprometimento desses atores sociais em relação a sua participação no presente comitê, algumas propostas de possíveis ações foram colocadas em discussão. Dentre elas: o acompanhamento das publicações oficiais, sua análise e divulgação para a sociedade como um todo; o acompanhamento das discussões nos conselhos municipais, ou a verificação de sua operacionalidade; a criação de uma rede social para o debate sobre temas importantes de interesse social; o acompanhamento do programa de gestão de território do grupo EBX; o acompanhamento da execução dos projetos de compensação relativo aos investimentos do Complexo Portuário do Açu; e a organização de seminários envolvendo temas de interesse coletivo.

Como primeira ação a ser implementada, foi aprovado por unanimidade o planejamento de uma conferência para discutir aspectos relevantes relacionados às obras do complexo portuário do Açu e seus reflexos. A conferência tratará de temas ligados aos setores: agricultura, turismo, educação, cultura, comunicação e pesca. Durante as próximas três semanas os líderes que tem atuação nesses setores elaborarão conteúdos relevantes e estruturados a partir de elementos como: problema, conseqüências, possíveis causas e possíveis soluções, os quais serão lapidados para apresentação na conferência com data ainda a ser definida.

A segunda parte do encontro tratou da aprovação da comissão executiva do movimento, cuja composição é a seguinte: Alcimar das Chagas Ribeiro, Áureo Bomgosto, Francisco de Assis, Sérgio Soares, Domingos Vieira e Júlio Macedo.

A assessoria do professor Hamilton Garcia da UENF e seus bolsistas foi essencial na evolução desse processo, que já definiu o próximo passo para o dia oito de abril, onde será estruturado completamente a Conferência proposta, assim como a definição da data e local de sua implementação.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

São João da Barra: uma coletividade oprimida politicamente que dá sinais de reação

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra