Movimentação bancária em outubro na Região Norte Fluminense

A movimentação bancária nos municípios da Região Norte Fluminense em outubro, apresentou poucas variações em relação ao mês anterior, exceto São João da Barra e Quissamã que apresentaram um crescimento nominal nos depósitos a vista do setor privado de 29,1% e 19,3%, respectivamente.
Comparativamente a outubro de 2009, os depósitos a vista no setor privado cresceram nominalmente 21,19% em Campos, 23,11% em Carapebus, 20,10% em Cardos Moreira, 22,05% em Conceição de Macabu, 35,12% em Macaé, 16,20% em Quissamã, 8,74% em São Fidélis, 17,81% em São Francisco de Itabapoana e 98,25% em São João da Barra.
Quanto a expansão do crédito em outubro de 2010, comparativamente a outubro de 2009, foram identificadas as seguintes variações: Crescimento de 25,32% em Campos, 14,88% em Carapebus, retração de 8,97% em Cardoso Moreira, crescimento de 33,09% em Macaé, 11,20% em Quissamã, 15,60% em São Fidélis, 9,26% em São Francisco de Itabapoana e 15,43% em São João da Barra.

O gráfico ao lado apresenta os coeficientes de preferência pela liquidez do público (PLP) e dos bancos (PLB). Observa-se uma maior estabilidade em Campos dos Goytacazes, já que os coeficientes são baixos, refletindo confiança dos bancos no público e do público nos bancos. Os municípios de Cardoso Moreira e Conceição de Macabu apresentaram uma melhora em relação ao mês anterior, enquanto São João da Barra apresentou uma piora no contexto da confiança.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

São João da Barra: uma coletividade oprimida politicamente que dá sinais de reação

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra