O Papel do Contexto Social no Desenvolvimento Econômico Local

A moderna literatura internacional trata a questão do desenvolvimento econômico a partir de estratégias endógenas, onde redes de empresas verticais e horizontais são constituídas, possibilitando um maior poder competitivo às aglomerações produtivas. Desde do início do século XX, o economista ingles Alfred Marshall identificou, neste caso, que a influência mútua dos sistemas econômico e social coexistem em uma mesma localidade. Trocando em miúdos, o desenvolvimento de uma localidade depende dos aspectos econômicos (capital financeiro, máquinas e equipamentos, trabalhadores, etc) e também dos aspectos sociais (cooperação, civismo, reciprocidade, respeito as normas, interesse pelas questões públicas, interesse pelo aprendizado, etc). O avanço de uma sociedade a esse estagio depende de incentivos e as instituições locais tem uma grande responsabilidade nesse sentido. O poder público (Executivo e Legislativo) municipal tem que estar engajado ou não haverá evolução econômica e social na mesma localidade.
Nessse aspecto é visível as dificuldades do município de São João da Barra em sua recente trajetória. É evidente a fragilidade social, fundamentalmente, pelo desinteresse do poder público em relação a importantes questões que são essenciais para o desenvolvimento local. Tal comportamento não é compatível à movimentação econômica que evoluirá e transformará o espaço socioeconômico, levando o município a conviver com um quadro perverso que normalmente se compõe de grandes oportunidades no campo econômico e grandes problemas no campo social.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra

As medidas do governo do estado e suas contradições