A universidade como fórum de discussão sobre a economia regional

Gradualmente a universidade vem se consolidando como um importante espaço de discussão sobre as possibilidades de desenvolvimento econômico na Região Norte Fluminense. Hoje o Laboratório de Engenharia de Produção recebeu o economista Ranulfo Vidigal, que proferiu palestra sobre a conjuntura econômica atual, as oportunidades e ameaças frente aos investimentos correntes. O economista, que é presidente do Centro de Informações e Dados de Campos, entende que os atuais investimentos no complexo portuário do Açu e os subsequentes, exigem um ambiente melhor aparelhado em termos de mão-de-obra qualificada, tecnologia, práticas relacionais pró cooperação e reciprocidade, rede de fornecedores, os quais são vistos como gargalos no momento. Para o economista, o processo de transformação, iniciado com o complexo portuário do Açu, vai atrair um contigente de empresas para a região, já que a conjuntura mundial é promissora por conta da boa dinâmica econômica, especialmente dos países que compõem o chamado BRIC (Brasil, Rússia, India e China). A estrutura logística em construção no Açu, puxará o crescimento econômico e gerará externalidades negativas. Diante dessa possibilidade, o economista reafirma a importância do poder público na formulação de políticas públicas, capazes de amortecer potenciais problemas que podem aprofundar a exclusão e a pobreza.

A percepção demonstrada pelo palestrante sobre a importância do conhecimento nessa empreitada e da condução do debate técnico juntamente ao debate político no esforço de superação da decadência econômica da região, devem ser vistos também como uma oportunidade potencial para a formulação de políticas públicas em busca do desenvolvimento regional.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

São João da Barra: uma coletividade oprimida politicamente que dá sinais de reação

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra