Evolução do emprego nos municípios da RNF com mais de 30 mil habitantes em outubro

A divulgação do emprego no mês de outubro mantém Campos em posição privilegiada. A dois meses do final do ano, o município conta com um saldo acumulado de 3.265 empregos criados. Os maiores saldos no mês foram gerados, por ordem de representatividade, pelo comércio, construção civíl e agropecuária. No saldo anual, a agropecuária apresenta a maior contribuição com 1.763 empregos gerados, seguido pela indústria de transformação com 1.351 empregos e o setor de serviços com 467 empregos.
São Francisco de Itabapoana aparece em segundo lugar com 123 empregos gerados no mesmo período. O setor agropecuário contribuiu para o saldo negativo no mês. Entretanto, no saldo acumulado do ano o mesmo setor apresenta a maior contribuição com 87 empregos gerados, seguido pela construção civíl com 18 empregos e o comércio com 16 empregos gerados no mesmo período.
Macaé, apesar de uma leve recuperação neste mês, mantém um saldo acumulado inexpressivo de 97 empregos, considerando o elevado número de empresas localizadas no município. Os setores de serviços e construção civíl apresentaram os maiores resultados negativos na trajetória do emprego no municipio.
São Fidélis é um caso que merece uma análise mais aprofundada. O município acumula no ano um saldo de 964 empregos destruídos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como um discurso descuidado induz a erros grosseiros!

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra