O Porto do Açu e a movimentação de emprego em SJB

A atividade econômica de São João da Barra não apresentou uma dinâmica mais consistente para gerar trabalho nos últimos anos. Conforme pode-se verificar na tabela, nos anos de 2003, 2004 e 2006, os saldos líquidos entre admissão e desligamentos eram pouco expressivos, representando menos que 1,5% dos saldos da micro região Campos, onde o município está inserido, juntamente com Campos dos Goytacazes, São Francisco de Itabapoana, São Fidélis e Cardoso Moreira.
O ano de 2005, entretanto, chama a atenção. Neste, o saldo equivalente a 10,9% da micro região representou uma situação especial. Neste ano, ocorreu a troca de governo e foi observado um consistente processo de admissão de garis para atuar nos serviços públicos, através de empreiteiras privadas.
Nos anos de 2007 e 2008, o quadro mudou em função das obras do porto do Açu. Com início em 2007, o saldo de trabalho foi impulsionado se mostrando mais robusto em relação a média dos anos anteriores. Em 2008, com o avanço das obras, o município se consolidou como importante gerador de emprego na micro região. No ano passado o saldo liquido de trabalho representou 24,55% do saldo gerado na micro região Campos dos Goytacazes. Em 2009, no período de janeiro a julho, foram contabilizados 1.591 admissões, 1.084 desligamentos com um saldo de 507 admissões líquidas no município. Este saldo equivale a 18,91% do saldo, no mesmo período, da micro região Campos dos Goytacazes.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra

As medidas do governo do estado e suas contradições