Movimentação Financeira na Região Norte Fluminense em junho

A figura apresenta os saldos das operações financeiras de crédito, depósito a vista do governo, depósito a vista privado e depósito a prazo no mês de junho, nos municípios da Região Norte Fluminense. As variações mais acentuadas ocorreram em Macaé, onde o saldo das operações de crédito subiu 10% em junho com relação a maio, o saldo dos depósitos de governo aumentou 39% e o saldo dos depósitos privados cresceu 21%, considerando o mesmo período.
O município de São João da Barra também apresentou variações importantes no mês de junho em relação a maio. O saldo dos depósitos de governo cresceu 141%, enquanto o saldo dos depósitos a prazo reduziu 51% no mesmo período.















Avaliando o indice de preferência pela liquidez do público, representado pela confiança que o público tem no sistema financeiro local e no índice de preferência pela liquidez dos bancos, representado pela confiança que os bancos tem no sistema econômico local, Quissamã apresenta uma situação complicada, já que apresenta índices altos nos dois grupos. O crescimento desses parametros no mês de junho indica aumento da desconfiança no sistema econômico local. A confiança no sistema é maior quando o índice é menor. Nesse caso, Campos mantém uma condição bastante favorável na região. São João da Barra também piorou a sua situação de confiança no mês de junho em relação ao mês de maio.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra

As medidas do governo do estado e suas contradições