A Região Norte Fluminense como potencial exportadora de minério de ferro

A Região Norte Fluminense como futura potencial exportadora de minério de ferro, em função da construção do complexo portuário do Açu, em São João da Barra, deve voltar seus olhos para a conjuntura mundial, especialmente, no que diz respeito a tendencia do comércio exterior de minério de ferro. Os indicadores acima possibilitam um leitura importante sobre essa questão.
Conforme pode-se verificar a crise financeira internacional afetou em cheio esta atividade. Considerando como base o preço de US$ de 71,7 por tonelada em outubro de 2008, vemos que apesar do leve crescimento em novembro, a tendencia ao logo do ano de 2009 é declinante. Em maio foi praticado o menor preço nesse periodo, US$52,39 por tonelada, ou seja, uma queda de 26,93% em relação ao preço de outubro de 2008 (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior).
Apesar do cenario pessismista em relação a economia mundial, a China, como parceiro importante do Brasil nessa atividade, apresentou um crescimento positivo ano passado, mesmo que menor do que a média das últimas décadas. Agora é esperar a conclusão do porto e torcer para a recuperação econômica do resto do mundo, já que a China também precisa vender seus produtos para manter a sua dinamica industrial.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra

As medidas do governo do estado e suas contradições