Indicadores de trabalho na Região Norte Fluminense em Maio

O movimento de trabalho na Região Norte Fluminense, em maio de 2009, apresenta os resultados dos indicadores de admissão, desligamento e saldo. O município de Campos se desatacou com o maior saldo entre os municípios da região. Foram 2.773 admissões no mês, contra 1.992 desligamentos e um saldo de 781 empregos líquidos. Dentre as ocupações que mais admitiram se destaca a dos trabalhadores na cana-de-açúcar, seguida por servente de obras, vendedores do comércio, operadores de sistemas de irrigação e auxiliar de escritório.
O município de Macaé aparece em segundo lugar no mês, com um saldo de 426 empregos líquidos. Foram 3.887 admissões contra 3.461 desligamentos, com destaque para as ocupações de servente de obras, vendedores do comércio, cozinheiro e auxiliar de escritório, que mais admitiram. Resultados importantes, também foram identificados em São João da Barra. O município registrou 342 admissões contra 128 desligamentos, gerando um saldo de 214 empregos líquidos no mês, com destaque para as ocupações de servente de obras, gari, motorista de caminhão, contínuo, coletor de lixo e auxiliar de escritório, que mais admitiram.

Na consolidação do período janeiro a maio de 2009, Macaé apresentou um saldo acumulado de 1.084 empregos líquidos; São João da Barra ocupou o segundo lugar na região com 696 empregos líquido, seguido por Campos com um saldo de 432 empregos líquidos. O quadro a seguir apresenta os saldos acumulados no período para todos os municípios da região.





Fonte: Ministério do Trabalho e Emprego

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como um discurso descuidado induz a erros grosseiros!

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra