Conjuntura econômica nacional e seus reflexos na região

Os resultados da economia brasileira no primeiro trimestre de 2009, divulgados pelo IBGE, reforçam a nossa análise sobre os movimentos de investimentos na Região Norte Fluminense, especialmente, no complexo portuário do Açú em São João da Barra. Segundo o IBGE, o PIB (riqueza gerada no país), no primeiro trimestre de 2009, caiu 0,8% em relação ao PIB do quarto trimestre de 2008. Como este fato correu em dois trimestres consecutivos, teoricamente, pode-se dizer que o País atravessa uma recessão técnica.
No que diz respeito aos interesses mais diretos ao complexo portuário do Açú, uma notícia não menos preocupante é a performance do setor externo. As exportações de bens e serviços nesse trimestre sofreram uma queda de 16,0% em relação ao trimestre anterior e as importações seguiram o mesmo caminho, retraindo-se 16,8%.
No subsetor extrativo mineral, observou-se uma retração de 1,1% no mesmo período, com a exportação do minério de ferro caindo 38,1%.
Para abrandar um pouco este quadro difícil, notícias como a taxa positiva de 1,3% no consumo das famílias nesse trimestre, em relação ao trimestre anterior e os resultados de crescimento econômico da India 5,8% e da China 6,1%, sinalizam condições otimistas para o futuro. A China, especialmente, representa um parceiro fundamental para os negócios na região.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como um discurso descuidado induz a erros grosseiros!

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra