Conjuntura econômica nacional e seus reflexos na região

Os resultados da economia brasileira no primeiro trimestre de 2009, divulgados pelo IBGE, reforçam a nossa análise sobre os movimentos de investimentos na Região Norte Fluminense, especialmente, no complexo portuário do Açú em São João da Barra. Segundo o IBGE, o PIB (riqueza gerada no país), no primeiro trimestre de 2009, caiu 0,8% em relação ao PIB do quarto trimestre de 2008. Como este fato correu em dois trimestres consecutivos, teoricamente, pode-se dizer que o País atravessa uma recessão técnica.
No que diz respeito aos interesses mais diretos ao complexo portuário do Açú, uma notícia não menos preocupante é a performance do setor externo. As exportações de bens e serviços nesse trimestre sofreram uma queda de 16,0% em relação ao trimestre anterior e as importações seguiram o mesmo caminho, retraindo-se 16,8%.
No subsetor extrativo mineral, observou-se uma retração de 1,1% no mesmo período, com a exportação do minério de ferro caindo 38,1%.
Para abrandar um pouco este quadro difícil, notícias como a taxa positiva de 1,3% no consumo das famílias nesse trimestre, em relação ao trimestre anterior e os resultados de crescimento econômico da India 5,8% e da China 6,1%, sinalizam condições otimistas para o futuro. A China, especialmente, representa um parceiro fundamental para os negócios na região.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SITUAÇÃO DA PECUÁRIA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO EM 2012

Porto do Açu em alta e deterioração do comércio em São João da Barra

As medidas do governo do estado e suas contradições